Google+ Muda Visual, Limpa 'comentários Ruins' E Volta Com Eventos

NetRefer Implementou Incapsula E Mostra Os Resultados



Dez Conselhos Pra Acrescentar Os Cliques De Sua Campanha De E-mail


Fedelhos e meninas, eu vi! Eu vi Ekena cantando. É preciso vê-la, ouvi-la, vivê-la. Ekena é uma cantora bacana. É um instante de amor em tempos de ódio. Leia a matéria sobre isto ela. E mais: tem uma semana cheia de eventos culturais legais nas quebradas da cidade. Acesse o guia de filmes, peças e saraus no agendão, cuja programação é todos os dias atualizada (diante da quantidade de assuntos que se impõem, a prometida matéria sobre o assunto as recentes editoras foi adiada.


Tem Etel Frota e Paula Valéria lançando livro. Tem Deise Capelozza fazendo show no Brazileria. Tem as ótimas cantoras do ‘Março-Mulher’, no Teatro da Rotina. Tem o Supersarau de Silvia Maria na Carauari. Tem ‘Trupe’, novo espetáculo da Focus. Tem Anná cantando Ivone Lara. https://brigman.kroogi.com/en/content/3639933-Quatrorze-Perguntas-De-Um-Dono-De-Site-De-Primeira-Viagem-respondidas.html muito porquê pra felicidade. Mas… por mim, o tema era apenas e tão só ‘quem matou Marielle?



  • Aceite correr riscos: vale a pena gerar postagens com focos polêmicos

  • 5 Dicas Pra Receber Dinheiro pela Internet (De Verdade)

  • Aumentar o tráfego no blog ou site (50,3%)

  • Que só compram em lojas virtuais estrada desktop

  • Crie um site, blog ou e-commerce

  • 13 Ok wordpress e blogspot como sites de referências? 2.13.Um iTunes



’. Pelo andar arrastado das investigações, temo que seu assassinato não seja esclarecido. http://all4webs.com/netmaisonlineaki82/tdrrfybeoi034.htm não me surpreende. Afinal, o Brasil é o quarto pior nação do mundo para quem defende os óbvios e tão controversos (podes?) direitos humanos (só ‘perdemos’ para Colômbia, Filipinas e México). Nesse velho Brasilzão verde-e-amarelo, um ativista que competição pelo efetivação dos direitos humanos é falecido a cada 5 dias (cinquenta e seis mortos em 2015, sessenta e seis em 2016 - dados da OEA).


Por outro lado, segundo ‘O Globo’ (vinte de março), a mobilização contra notícias falsas espalhadas nas redes sociais pretende punir juridicamente os responsáveis e agora contabilizava dezesseis mil e-mails (pela terça-feira) reunindo provas contra grupos que disseminam essas fakenews. O professor Wilson Gomes, especialista ouvido pelo jornal, afirma: ‘grupos radicais de direita são os maiores propagadores destas (não) ‘notícias’.


E finaliza, tristemente, relatando a pusilanimidade e a condescendência do Twitter e do Facebook que não tomaram providências para tirar de seus domínios as manifestações de ódio e as calúnias contra Marielle. http://netsobresaudeetreinos2.beep.com/.htm?nocache=1530667399 estes criminosos, assim como estarão sujeitos às mesmas punições. Se toca, Mark Zuckerberg! Silvia Maria Ribeiro se define em vista disso: “fonoaudióloga de formação, humanista por vocação, poeta em construção. http://lipcornet44.soup.io/post/659530167/Aprenda-A-Usar-O-Facebook-Como-Aliado na sua prática profissional diversão e arte.


Define-se minimalista e existencialista, escreve ao sabor do estado d’alma; lírica que só! Crê em dias melhores e vive entre dores e mais amores”. 30, pela Livraria Da Vila, à Al. Nele, Paula Valéria dá poemas desenvolvidos de 2009 a 2016. Do título, “Amores”, se refere ‘à poesia, a sabedoria da autora perante o universo de outros autores e as fusões de suas vivências íntimas e amorosas’. “Líquidos”, traz na expressão, ‘a simbologia plena da filosofia de Zygmunt Bauman’. “Cenas”, são ‘referências, retratos, fotografias, sombras, contornos e imagens das vivências das relações’. Com encantador acabamento gráfico, cada poema é ilustrado por um dos artistas visuais convidados: Bete Nobrega, Celso Gitahy, Simone Siss e Guto Lacaz (que bem como assina o projeto gráfico).



E ainda tem caricatura de Paulo Caruso e fotografia de Marcelo Navarro. No lançamento, sarau com leitura dramática e presença de numerosos artistas que participam do livro, e também exibição musical da poeta e cantora Branca Lescher, com Edinho Almeida ao violão. Paula Valéria de Andrade tem 17 obras publicadas, entre poesia, antologias, livros infantis e didáticos.